23/08/2018 - 09:39 - Atualizado em 23/08/2018 - 14:24

​Acompanhamento melhora qualidade de vida de beneficiários inscritos no Programa Saúde em Dia

Estudos científicos demonstram que a intervenção educativa dos profissionais de saúde voltada ao autocuidado e à prevenção melhora a qualidade de vida de pessoas com doenças crônicas ou com fatores de risco para desenvolvê-las

A prática demonstra que os resultados de um modelo de acompanhamento de saúde baseado na prevenção e no autocuidado humanizam o atendimento e trazem saldos positivos. É o caso do Programa Saúde em Dia, lançado pela Postal Saúde no início deste ano para atender os empregados dos Correios e seus dependentes, em âmbito nacional. Até o momento, o programa conta com a adesão de 4.460 beneficiários.


De acordo com a coordenadora do Programa Saúde em Dia , dra. Cristina Broilo (foto abaixo), o acompanhamento de saúde promoveu, em média, uma melhora de 30% no perfil glicêmico dos beneficiários inscritos no programa; de 26,5% nos níveis da pressão arterial e de 25% no peso daqueles já diagnosticados com obesidade.


As doenças crônicas mais comuns ente o público-alvo do Programa Saúde em Dia são as cardiovasculares (33,3%); obesidade (13,3%), diabetes mellitus (12,4%), câncer (10,7%) e doenças pulmonares crônicas (3%). No protocolo de atendimento específico para os idosos, 11,4% são pessoas acima de 70 anos que apresentam fragilidades de saúde.


Resultados positivos


“Em pouco mais de seis meses de funcionamento do programa, já registamos melhoras relevantes nos principais indicadores clínicos. Vejo como um resultado positivo, pois segundo a literatura médica, a melhora nos indicadores clínicos, nesses casos, costuma ocorrer somente a longo prazo”, comemora a médica.


Um dos pontos mais positivos do Programa, avalia, é a confiança nos profissionais de saúde depositada pelos beneficiários, cuja adesão chega a praticamente 100%.

“Eles dividem conosco detalhes das suas vidas, incluindo tratamentos terapêuticos, resultados de exames diagnósticos e condutas que eles estão ainda em dúvida.

Desta forma, os acolhemos de forma efetiva e afetiva, e oferecemos suporte para que eles possam cuidar da própria saúde e melhorar a qualidade de vida”, pontua dra. Cristina Broilo.


Apoio e segurança


Segundo a coordenadora, uma vez que recebem a ligação e são apresentados ao Programa Saúde em Dia, os beneficiários mostram-se seguros em contar com o apoio de uma equipe de profissionais especializados, prontos para ajudá-los e orientá-los em suas necessidades de saúde.


“Eles logo se identificam com o objetivo do nosso trabalho e nos recebem muito bem como seus “cuidadores remotos ou virtuais”, pontua a médica. A periodicidade do acompanhamento telefônico varia de acordo com a necessidade e o quadro clínico de cada inscrito.



Dra. Cristina Broilo: "O Programa Saúde em Dia estimula
um contato mais caloroso e humanizado,
aumentando a confiança e a autoestima das pessoas atendidas".


Empatia: estreitando relações


Um dos aspectos mais gratificantes do acompanhamento de saúde, segundo dra. Cristina Broilo, é a empatia — a capacidade de se colocar no lugar do outro —, estabelecida pela equipe no contato com os beneficiários. Essa atitude positiva estimula um contato mais caloroso e humanizado, aumentando a confiança e autoestima das pessoas atendidas.


“Estamos nos tornando facilitadores, além de cuidadores. Nossas ligações de monitoramento acabam sendo baseadas não apenas nos nossos ‘roteiros de assuntos a serem abordados’, mas também em conversas e orientações sobre demandas diárias relacionadas à saúde. Isso demonstra a estreita relação que se criou com a equipe”, explica.


Benefícios


Um dos benefícios do Programa Saúde em Dia é que, com a confiança estabelecida entre os profissionais e o beneficiário, fica mais fácil o estímulo à prática de bons hábitos que promovem a saúde e a qualidade de vida, como manter o peso equilibrado, praticar atividades físicas, ter uma boa alimentação e evitar hábitos nocivos, como o alcoolismo e o tabagismo, por exemplo.


Outro aspecto positivo é a gratuidade do atendimento, já que não incide coparticipação sobre as despesas de consultas e exames previstos no protocolo do Programa. A não coparticipação, somada à natureza preventiva das ações de saúde, gera economia tanto para os beneficiários quanto para a operadora.


Além de contarem com o acompanhamento sistemático, os beneficiários têm à sua disposição um canal de atendimento gratuito (0800), que funciona 24 horas por dia, 7 dias na semana, sempre que desejarem alguma informação ou orientação de saúde, além das agendadas.


Expectativas


A coordenadora do Programa Saúde em Dia explica que a expectativa do programa é ampliar o número de inscritos, no intuito de beneficiar o maior número possível de beneficiários com esse perfil, e transformar o acompanhamento em referência para esse público-alvo.


“Nosso objetivo agora é que os beneficiários recorram ao nosso serviço sempre que tiverem uma queixa ou uma dúvida com relação à própria saúde. Ao entrarem em contato conosco, nós poderemos, além de trabalhar na prevenção dos fatores de risco, atuar nos quadros clínicos agudos, no intuito de melhorar a qualidade de vida dessas pessoas”, conclui a médica.


Perfil dos inscritos


O perfil dos beneficiários dos inscritos no Programa Saúde em Dia é caracterizado majoritariamente por jovens adultos entre 18 e 59 anos (62,9%) e o percentual de pessoas com 60 anos ou mais é de 37%. Do total, 53,8% são mulheres e 46,2% são homens.


Programa Saúde em Dia em números


Nº de inscritos até 13 de agosto: 4.460

Percentual de homens: 46,2%

Percentual de mulheres: 53,8%

Faixas etárias predominantes:


62,9% adulto entre 18-59 anos

37% com 60 anos ou mais


Doenças e problemas mais comuns


Doenças cardiovasculares: 33,3%

Obesidade: 13,3%

Diabetes mellitus: 12,4%

Câncer: 10,7%

Doenças pulmonares crônicas (DPOC): 3%

Fragilidades apresentadas por idosos acima de 70 anos.


Leia também: Estudo mostra que acompanhamento melhora qualidade de vida de doente crônico



Fonte: Comunicação/Postal Saúde
Foto: Arquivo pessoal