01/11/2018 - 19:20 - Atualizado em 01/11/2018 - 20:05

Conheça seu plano: Saiba em que condições pode ocorrer o Tratamento Fora Domicilio (TFD)

O Tratamento Fora Domicílio é uma das garantias de atendimento de saúde que o beneficiário tem quando não existe, em seu local de domicílio ou lotação, a especialidade ou o tratamento necessário para o restabelecimento de sua saúde. Essa garantia está prevista no Regulamento do plano CorreiosSaúde II e pode ser consultada também no Manual do Beneficiário do Plano CorreiosSaudeII.

O TFD inclui assistência médica e odontológica, na situação acima descrita, incluindo consultas, exames, tratamento ambulatorial e internações clínicas ou cirúrgicas, eletivas ou não, conforme a cobertura prevista no Plano CorreiosSaúdeII.

Muitos não sabem, no entanto, que não é liberado o encaminhamento de beneficiário para tratamento em outra localidade - bem como a cobertura de despesas de locomoção, alimentação e hospedagem de titulares e dependentes - quando a Rede Credenciada local dispuser de profissionais credenciados na especialidade pretendida.

Além disso, quando não houver estabelecimentos ou profissionais credenciados, para solicitar o TFD é necessário comprovar também que não existe na localidade nenhum outro profissional ou entidade não credenciada aptos para realizar o atendimento.

Uma vez comprovada a real necessidade de TFD, o beneficiário somente poderá se dirigir ao local para tratamento após a autorização prévia da Postal Saúde.

Acompanhante

A indicação da necessidade de acompanhante e o meio de transporte adequado para a locomoção deverão ser prescritos pelo médico assistente, com a devida fundamentação técnica.

É assegurado o direito a acompanhante aos beneficiários menores de 18 anos de idade e maiores de 60; pessoas com deficiência; pessoas com necessidades especiais e parturientes.

Ressarcimento

Uma vez autorizado o TFD, as despesas assistenciais e administrativas (alimentação, hospedagem e táxi) serão custeadas pela Postal Saúde e compartilhadas com o empregado, exceto os gastos com transporte, que ficam a cargo da Operadora.

A Postal Saúde não adianta os valores para a compra da passagem para o deslocamento via rodoviária, hidroviária ou ferroviária. Cabe ao beneficiário arcar com as despesas e comprovar os gastos para que a Operadora possa fazer o ressarcimento no prazo máximo de 30 dias.

Quando o deslocamento for realizado por meio de transporte aéreo (nos casos em que houver indicação clínica ou por indisponibilidade de outro meio de transporte), a Postal Saúde providenciará a compra das passagens para o beneficiário e seu acompanhante (quando houver), desde que autorizado previamente.

A relação dos documentos aceitos para comprovação das despesas realizadas está disponível no portal da Postal Saúde (www.postalsaude.com.br), no menu Central do Beneficiário/Manuais/Formulários e Tabelas/Formulários

Livre Escolha

Nos casos em que houver atendimento pela rede credenciada na localidade do beneficiário e este optar por entidade ou profissional não credenciado – fora da sua localidade –, as despesas administrativas (transporte, alimentação, hospedagem e táxi) do beneficiário e do acompanhante serão de responsabilidade exclusiva do titular.

Já as despesas médicas, na situação acima, serão ressarcidas na modalidade de Livre Escolha.

Relatório médico

O beneficiário autorizado a fazer o tratamento em outra localidade deverá, obrigatoriamente, retornar com relatório médico ou odontológico contendo a indicação ou o CID do tratamento, bem como dos procedimentos realizados pelo profissional. Isso é importante para que outro médico da localidade de origem tenha condições de prosseguir com o acompanhamento ou tratamento.

Saiba mais

Para conhecer mais sobre esse assunto, leia o Capítulo 20, Do Tratamento Fora Domicílio (TFD), do Manual do Beneficiário do Plano CorreiosSaudeII .

O documento está disponível no site da Postal Saúde, no menu Central do Beneficiário/Manuais, Tabela de Cobertura e Formulários/Manual do Beneficiário/Manual do Beneficiário CorreiosSaúde II.

Leia as outras matérias da série “Conheça seu plano”.

Conheça seu plano – Prazos para atendimento de serviços de saúde são regulamentados pela ANS
Conheça seu plano: Atendimento odontológico
Conheça seu plano: Postal Saúde divulga cartilha sobre Reembolso
Conheça seu plano: Canais de atendimento da Postal Saúde
Conheça seu plano: Como calcular sua mensalidade
Conheça seu plano: Inclusão e Carências do plano CorreiosSaúde II
Conheça seu plano: Internações não têm coparticipação no CorreiosSaúde II
Conheça o seu plano: A Postal Saúde está de braços abertos para acolher o beneficiário!



Fonte: Comunicação/Postal Saúde