01/11/2019 - 11:00 - Atualizado em 01/11/2019 - 12:55

​Novembro Azul: O homem precisa aprender a se cuidar

Especialistas alertam: o diagnóstico precoce é vital no tratamento do câncer de próstata


Vídeo do Ministério da Saúde: um alerta e um convite para que o homem se cuide

“Os homens não sabem se cuidar”. “O homem só vai ao médico quando a mulher marca a consulta”. “O homem acha que é uma fortaleza e que a doença não lhe atinge". “Os homens são desleixados com a saúde”. “Quando o homem procura os serviços de saúde é porque a doença já tomou conta“. Essas são frases que costumamos ouvir quando o assunto é saúde do homem. Isso porque o fator cultural associa ao sexo masculino características como "bravura" e "autossuficiência".

Educados para se mostrarem fortes, homens evitam o atendimento médico justamente por receio de serem vistos como fracos, disse à BBC Brasil uma das autoras desses estudos, Mary Himmelstein, pesquisadora da Universidade de Connecticut.

No Novembro azul, o foco é chamar a atenção da população masculina sobre a importância dos cuidados com a saúde e, especificamente, sobre a prevenção do câncer de próstata. Ele precisa tomar as rédeas dos cuidados com sua saúde. O câncer de próstata é a segunda causa de morte por câncer em homens no Brasil — ficando atrás apenas do câncer de pulmão —, com mais de 14 mil óbitos, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca).

Em entrevista recente ao Jornal da USP, o oncologista William Nahas afirmou que o diagnóstico precoce é vital no tratamento do câncer de próstata, bem como de qualquer tipo de neoplasia. No caso do câncer de próstata, ele explica que os exames devem ser feitos a partir dos 45 anos, para aqueles com antecedente familiar, e 48 anos, para os sem antecedente. O médico é chefe do Serviço de Oncologia Urológica do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp) e professor titular de Urologia do Departamento de Cirurgia da Faculdade de Medicina da USP.

Como diagnosticar a doença

Dr. William Nahas informa que há duas formas para diagnosticar a doença:

- O exame de PSA, com coleta de sangue, para verificar os antígenos específicos da próstata que denunciam alguma afecção na glândula e

- O exame de toque, que dura poucos segundos.

Nahas conta que existe uma porcentagem significativa de casos que não são diagnosticados apenas com o exame de sangue, por isso a importância da associação dos dois procedimentos. Em linhas gerais, o diagnóstico precoce é a verificação da doença antes da repercussão dos sintomas.

Sinais e sintomas do câncer de próstata

Na fase inicial, o câncer de próstata pode não apresentar sintomas e, quando apresenta, os mais comuns são:

- Dificuldade de urinar;

- Demora em começar e terminar de urinar;

- Sangue na urina;

- Diminuição do jato de urina;

- Necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite.

Esses sinais e sintomas também ocorrem devido a doenças benignas da próstata, como hiperplasia benigna da próstata (aumento benigno da próstata) e prostatite (inflamação na próstata, geralmente causada por bactérias).

IMPORTANTÍSSIMO: Na presença de sinais e sintomas, recomenda-se a realização de exames para o correto diagnóstico.

Tratamento

O médico explica que tanto o procedimento cirúrgico quanto a radioterapia são mais efetivos neste estágio da neoplasia. A cirurgia pode ser robótica, utilizar laparoscopia ou o procedimento clássico. “Nos últimos oito anos, foram lançados pelo menos nove medicamentos para o tratamento da neoplasia prostática”, conta Nahas, ao Jornal da USP. “De tal forma que, quando a doença não é mais restrita à próstata, há ferramentas valiosas para tratar esses indivíduos”.

Prevenção e informação caminham juntas

Informar-se sobre o assunto é o primeiro passo para iniciar a prevenção. Por isso,é importante que os homens se conscientizem de que o cuidado com a saúde, a realização de exames preventivos e a adoção de hábitos de vida saudáveis são fundamentais para prevenir a doença e salvar muitas vidas.

Saiba sobre o assunto. Acesse outras publicações do Ministério da Saúde:

Câncer de próstata: vamos falar sobre isso? (Cartilha)

Câncer de próstata; causa, sintomas, tratamento e prevenção (Matéria site)


Por: Comunicação/Postal Saúde
Fontes: Ministério da Saúde, Inca, Jornal da USP, BBC Brasil