19/10/2018 - 16:08 - Atualizado em 22/10/2018 - 17:35

Programa Saúde da Mulher chega a Florianópolis (SC)

Depois do Distrito Federal, Santa Catarina é a segunda unidade da federação a receber o programa, que será expandido para outras regiões do país. Durante o lançamento na capital catarinense, cerca de 45 mulheres beneficiárias da Postal Saúde fizeram a adesão imediata e espontânea às ações de prevenção e rastreamento do câncer de mama, do colo do útero e de infecções sexualmente transmissíveis

Daniela Borja: "A saúde é o nosso bem mais precioso"

A Postal Saúde lançou nesta sexta-feira (19), em Florianópolis (SC), o Programa Saúde da Mulher, com foco na prevenção e no rastreamento do câncer de mama, do colo do útero e das infecções sexualmente transmissíveis.

O evento foi realizado no auditório da Superintendência Estadual dos Correios de Santa Catarina, no mesmo prédio onde funciona a Unidade de Representação Regional da Postal Saúde em Santa Catarina (URR-SC), no bairro São José.

Participaram do lançamento empregados e gestores da Postal Saúde e dos Correios. Na abertura do evento, a diretora de Relacionamento com o Beneficiário da Postal Saúde, Daniela Borja, enfatizou a importância da prevenção para garantir a saúde e a qualidade de vida da família. “A saúde é o nosso bem mais precioso e quando cuidamos de nós mesmos estamos cuidando também de nossa família, levando mais qualidade de vida para todos”, destacou.


Qualidade de vida

Lançado em março deste ano como projeto-piloto em Brasília, no Distrito Federal, o programa faz parte das ações de cuidado com a saúde, desenvolvidas pela Operadora, com o objetivo de promover o bem-estar e a qualidade de vida de seus beneficiários.

As ações do Programa Saúde da Mulher incluem consulta com o ginecologista, realização de exames preventivos e encaminhamento para tratamento de doenças detectadas durante a consulta. Santa Catarina é o segundo estado a receber o programa, que será expandido para outras regiões do país.


Primeiras inscritas

Durante o lançamento, cerca de 45 mulheres beneficiárias da Postal Saúde realizaram ali mesmo sua inscrição no programa. A adesão imediata é um indicativo de que a iniciativa foi bem recebida e repetirá o sucesso alcançado no Distrito Federal.

Bom começo: em Santa Catarina, beneficiárias fazem
adesão ao Programa Saúde da Mulher

Expectativa

O superintendente estadual dos Correios de Santa Catarina, Marciano da Silva Vieira (centro), comemorou o fato de o estado ser a segunda unidade da federação a receber o programa, que contribuirá para promover a saúde das empregadas dos Correios beneficiárias do plano de saúde e de suas dependentes. “Estamos com muita expectativa. Com os exames, aliados a atividades e práticas saudáveis, vamos conseguir atuar na prevenção das doenças”, afirmou.



Apresentação

A apresentação detalhada do programa foi conduzida pela gerente de Programas de Saúde da Operadora, Ana Flávia Boni (foto ao lado): “Venho aqui falar não só como profissional da saúde, mas também como mulher. Não podemos deixar nossa saúde por último. Para atuar na prevenção, precisamos, também, da participação de nossos pais e maridos, nos incentivando a ingressar no programa”, destacou Ana Flávia.

Quem pode participar

Podem participar do Saúde da Mulher todas as mulheres beneficiárias da Postal Saúde com idade igual ou superior a 18 anos. Os exames serão solicitados pelo ginecologista levando em conta a idade e o histórico clínico de cada beneficiária

Como o programa funciona

Em Santa Catarina, a instituição parceira do Programa Saúde da Mulher é a Clínica FelizMed, com unidades em Florianópolis, São José, Navegantes, Balneário Camboriú e Itajaí.A Clínica FelizMed entra em contato telefônico com as beneficiárias elegíveis para agendar a consulta com o ginecologista e realizar os exames.

O gerente da Unidade de Representação Regional da Postal Saúde em Santa Catarina, Alfredo Fittipaldi, explicou que, inicialmente, o atendimento será realizado nessas regiões e, em seguida, expandido para todo o estado.

A Clínica FelizMed é localizada na Rua São Jorge, nº 25, no centro de Florianópolis e atende pelo telefone (48) 3771 0400

Exames e acompanhamentos

Durante a primeira consulta, o ginecologista faz a avaliação e, de acordo com a idade, verifica quais exames devem ser solicitados, com foco na detecção precoce do câncer de mama, do colo do útero e infecções sexualmente transmissíveis.

Vale lembrar que as consultas e os exames que constam no protocolo do Programa Saúde da Mulher são totalmente gratuitos, ou seja, sem coparticipação das despesas médicas. São eles: consulta ginecológica, mamografia, Papanicolau e exames para detecção da hepatite B, hepatite C, HIV e sífilis.

No dia do lançamento do programa, a adesão foi espontânea

Público alvo

Todas as mulheres acima de18 anos;

Mulheres na faixa etária de 25 a 59 para o exame citopatológico;

Mulheres na faixa etária de 50 a 69 para o exame de mamografia;

Mulheres acima de 70 anos para consulta de acompanhamento.

Perfil por idade das beneficiárias da Postal Saúde em Santa Catarina

  • 23,04% têm entre 50 e 64 anos;
  • 20,15 % têm entre 18 e 39 anos;
  • 19% entre 0 e 17 anos;
  • 16.9% entre 40 e 49 anos;
  • 13,37% têm 70 anos ou mais e
  • 7,08% têm entre 65 e 69 anos.

Incidência dos agravos da saúde da mulher no Brasil:

  • Câncer de Colo do Útero: 18 casos em cada 100 mil mulheres;
  • Câncer de mama: estimativa de 59.700 novos casos em 2018;
  • Sífilis, gonorréia e Clamídia: estimativa de 4,5 milhões de novos casos/ano;
  • Neoplasias: 18,3% de mortes em mulheres;
  • HPV: estimativa de 640.900 novos casos por ano;
  • Doenças Cardiovasculares: 34,2% de mortes em mulheres.

As informações sobre o Programa Saúde da Mulher estão disponíveis no site da Operadora, no endereço http://www.postalsaude.com.br/beneficiario/noticia...


Leia também:

Postal Saúde faz apresentação sobre Programa Saúde da Mulher na sede dos Correios, em Brasília

Indique o Programa Saúde da Mulher para outra colega

Outubro Rosa: Programa Saúde da Mulher contribui para prevenir, diagnosticar e tratar o câncer de mama

Programa Saúde da Mulher é bem avaliado por beneficiárias


Por: Comunicação/Postal Saúde
Foto: Stock Photos