03/10/2019 - 17:17

Comunicado à Rede Credenciada | Decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST)

Decisão é referente ao julgamento do dissídio coletivo dos Correios ocorrido na quarta-feira (2/10)

A Postal Saúde informa aos prestadores de serviços credenciados que, em função da decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST), referente ao julgamento do dissídio coletivo dos empregados dos Correios ocorrido na quarta-feira (2/10), pais e mães dependentes perderam a condição de elegibilidade no plano de saúde.

A única exceção é com relação àqueles que estão internados ou em tratamento continuado, conforme definido por aquele tribunal, os quais terão direito à assistência até a alta médica.

Portanto, a partir de hoje (3/10), os prestadores devem observar as condições de elegibilidade do beneficiário na hora do atendimento.

Todos os atendimentos realizados que não observarem os critérios de elegibilidade serão glosados pela Operadora.

Contamos com a colaboração da nossa Rede Credenciada para que esse processo de transição transcorra de forma tranquila e sem transtornos.

Em caso de dúvidas e outros esclarecimentos, favor ligar para o 0800 888 8118 da Central de Atendimento ao Credenciado.


Por: Comunicação/Postal Saúde