11/11/2016 - 18:15 - Atualizado em 23/11/2016 - 14:07

Orientação sobre atendimento de urgência e/ou emergência


Com o objetivo de otimizar os atendimentos considerados urgentes ou emergenciais, a Postal Saúde reitera aos credenciados quanto à não necessidade de obtenção de autorização prévia para este tipo de assistência. Contudo, permanece a necessidade de avaliação da elegibilidade, registro e protocolo da ocorrência.

A Postal Saúde ratifica que o descrito no Manual do Prestador cumpre o disposto em regulamentação da Lei nº 9.656/98; Resolução CONSU nº 8, art. 2º) e Resolução Normativa nº 395 quanto à não regulação nos atendimentos de urgência e/ou emergência.

Assim, o Credenciado não deverá aguardar qualquer tipo de autorização, o procedimento deverá ocorrer de imediato, visto que qualquer atraso caracteriza obstrução ao pronto atendimento e descumprimento da legislação vigente.

Após realização do procedimento emergencial, o Credenciado deverá informar a ocorrência à Postal Saúde. A comunicação é necessária para regularizar o atendimento prestado, gerar senha dos protocolos, inclusive, apresentação de justificativa para o uso de Órteses, Próteses ou Materiais Especiais implantáveis (OPME), em até 72 horas subsequente ao atendimento.

*Salientamos que a cobertura para atendimento urgência e/ou emergência são para os procedimentos cobertos no rol estabelecido pela Agência Nacional de Saúde (ANS) e na Tabela de Cobertura da Operadora, disponibilizada no endereço: http://zip.net/bhtwQD

Contamos com sua parceria para atender nossos beneficiários com qualidade!