Central do beneficiário

Programa Saúde em Dia traz bons resultados em apenas seis meses de funcionamento

Postado por Caio Melo em 18 Jun 2018 17:54

A Postal Saúde acredita que o bem-estar do beneficiário é o seu maior patrimônio. Por isso, a Operadora deu início, em janeiro deste ano, a implementação de seus programas de saúde.

O programa Saúde em Dia é uma ação promovida, em âmbito nacional, com o objetivo de prestar atendimento especializado e personalizado ao beneficiário com algum fator de risco que possa desencadear uma doença ou que necessite de atenção e orientação de uma equipe de profissionais especializados. Entre as principais patologias monitoradas no programa estão as cardíacas, a obesidade, a diabetes, as oncológicas, as pulmonares crônicas, entre outras.

Os beneficiários enquadrados no programa e que aceitaram participar da ação contam com o cuidado de uma equipe de saúde composta por médicos, médicos auditores, enfermeiros e nutricionistas, que fazem um monitoramento de acordo com as necessidades de cada usuário. O acompanhamento pode ser feito por meio de visita aos pacientes internados ou em home care (beneficiários cuidados em casa), por telemonitoramento ou por meio de um 0800 disponibilizado aos participantes do programa, 24 horas por dia, 7 dias da semana.

Cerca de 3,3 mil pessoas já estão desfrutando dos benefícios do programa Saúde em Dia, com atendimento a beneficiários de todas as faixas de idade. Cerca de 63% dos participantes do programa estão na faixa etária entre 18 e 59 anos, o que garante a efetividade da prevenção à saúde a longo prazo dos inscritos no programa.

De acordo com os indicadores clínicos, cerca de 80% dos usuários estão apresentando melhoria nos seus exames ou permanecem sem agravos nos seus quadros patológicos. Dos usuários que utilizaram o 0800, 100% dos beneficiários deram retorno que melhoraram após a utilização do serviço.

Outro avanço significativo foi para os beneficiários inscritos no programa que estavam internados, pois o tempo médio de internação, que era de cerca de 11 dias, caiu para cerca de 8 dias e meio, ou seja, o Programa Saúde em Dia devolveu os beneficiários aos seus lares e familiares com maior rapidez.

Além do Saúde em Dia, o programa Saúde da Mulher encontra-se em fase de projeto-piloto, com abrangência no Distrito Federal. Outros programas já estão sendo preparados para atender às necessidades dos diferentes públicos da Postal Saúde, trazendo ainda mais cuidado aos beneficiários da Operadora.

Postal Saúde, sua vida, nossa existência!


Fonte: Comunicação/Postal Saúde

Postal Saúde no Dia Mundial do Doador de Sangue

Postado por Caio Melo em 13 Jun 2018 18:58

O Dia Mundial do Doador de Sangue é celebrado nesta quarta-feira (14). A Postal Saúde apoia inteiramente a doação voluntária de sangue e, para ajudar na sensibilização das pessoas sobre este assunto tão importante, preparou um vídeo contando a história da Luana Chavante, empregada da Operadora em Brasília, que faz doações periódicas no Hemocentro da localidade.

Confira o vídeo abaixo:

Doar sangue é um ato de solidariedade que ajuda a salvar milhões de vidas todos os anos. As transfusões de sangue e de seus componentes contribuem também para que os pacientes com doenças potencialmente mortais vivam por mais tempo e com melhor qualidade de vida, além de possibilitar intervenções médicas e cirúrgicas complexas. As transfusões têm uma função vital no atendimento materno-infantil, na gravidez e na resposta de emergência no caso de desastres naturais ou causados pelos seres humanos.

Para ser um doador, é necessário que a pessoa esteja apta e preencha a alguns requisitos. Veja os principais:


Condições básicas

• Ter entre 16 e 69 anos de idade (Menor de 18 anos deve apresentar o formulário de autorização e cópia do documento de identidade com foto do pai, mãe ou tutor/guardião);

• Pesar mais de 50 quilos e ter IMC maior ou igual a 18,5 (descontar o vestuário);

• Não estar em uso de medicamentos;

• Apresentar documento oficial com foto (original ou cópia autenticada em cartório), em bom estado de conservação e dentro do prazo de validade. Documentos aceitos: carteira de identidade, carteira de trabalho, certificado de reservista, carteira nacional de habilitação, passaporte, carteira profissional emitida por classe ou carteira do doador da FHB. Não são aceitos crachás funcionais nem carteiras estudantis;

• Dormir pelo menos seis horas, com qualidade, na noite anterior à doação;

• Não praticar exercícios físicos nas 12 horas anteriores à doação;

• Não ingerir bebida alcoólica nas 12 horas anteriores à doação;

• Não fumar duas horas antes da doação.


IMPORTANTE:

• Doador com menor de 12 anos deverá vir acompanhado de outro adulto para cuidar da criança.

• O candidato à doação será avaliado por profissionais de saúde para verificar se está apto a doar.

• Seja sincero ao responder as perguntas feitas durante a triagem! Não omita informações importantes, pois disso depende a segurança do doador e do receptor.


Alimentação

Nada de jejum! É importante estar bem alimentado para doar sangue, assim como beber bastante água desde o dia anterior à doação. Fique atento a algumas precauções:

• Pelo menos três horas antes da doação, evite alimentos gordurosos, como açaí, abacate, leite e seus derivados (queijo, iogurte, manteiga…), massas, frituras, ovos, maionese, sorvete, chocolate, etc.

• Se preferir doar depois do almoço, aguarde duas horas após ter se alimentado. O almoço deve ser leve, com carnes grelhadas, saladas, arroz e feijão sem carnes.

Se você quer ser um doador, procure o hemocentro de sua localidade.


Por: Comunicação/Postal Saúde
Fontes: Fundação Hemocentro de Brasília e Organização Pan-Americana da Saúde (Opas)

Boletos dos aposentados

Postado por Caio Melo em 11 Jun 2018 18:17

Devido a inconsistências geradas durante o processamento, alguns boletos dos aposentados não estão disponíveis para impressão no site da Postal Saúde.

Se você não encontrou o seu boleto, não se preocupe: o documento devidamente ajustado já está disponível, com vencimento prorrogado. De forma que os beneficiários não sejam prejudicados, os novos boletos foram processados sem a cobrança de encargos, independentemente do dia 10/6/2018 aparecer como data final para liquidação.

Os beneficiários poderão efetuar o pagamento sem cobrança de juros e multa até o dia 30/6/2018.

Certo da sua compreensão, nos colocamos a disposição.

Postal Saúde. Sua vida, nossa existência!

Beneficiárias do Distrito Federal recebem surpresa agradável do Programa Saúde da Mulher

Postado por Arlinda Carvalho em 08 Jun 2018 17:23

A beneficiária Ana Cristina Freire (à esq) recebe uma flor
no primeiro dia da consulta com especialista na Clínica Caputo

As beneficiárias contatadas por telefone para participarem do programa Saúde da Mulher, da Postal Saúde, no Distrito Federal, esboçam uma agradável reação de surpresa. Foi o que aconteceu com a aposentada dos Correios Ana Cristina Freire Fonseca, 55 anos. “Fiquei emocionada. Nunca tinha recebido um convite dessa natureza. Antes a gente tinha que se virar e fazer os exames preventivos por conta própria. Fiquei muito surpresa mesmo com a ligação. É um acolhimento diferenciado”, avalia.

Ana Cristina conta que, ao receber a ligação, uma profissional da Clínica Caputo se identificou, explicou o trabalho de parceria com a Postal Saúde para as ações do programa Saúde da Mulher. Em seguida, perguntou se ela aceitava marcar a consulta com o ginecologista para realizar os exames preventivos, sem nenhum custo. A beneficiária não pensou duas vezes. A clínica agendou a consulta e agora Ana Cristina aguarda os resultados dos exames.

“Eu tive um câncer de mama e faço acompanhamento a cada seis meses. Pelo programa Saúde da Mulher fiz ressonância magnética, ecografia mamária, o Papanicolau e exames de sangue. Se fizesse por fora, na Rede Credenciada, teria custos para mim. Achei muito bom.”, afirma a aposentada, que aguarda os resultados dos exames.


Mais surpresa

Ela relata também que outra surpresa foi receber uma flor, com um cartãozinho agradecendo pela participação no programa. “Achei o gesto carinhoso e gostei muito”.

A aposentada dos Correios Rute Silva, 58 anos, também recebeu a ligação e aceitou que a clínica agendasse a consulta. “O atendimento foi muito bom. O médico solicitou mamografia, Papanicolau, ecografia mamária e exame de sangue”, conta a beneficiária, que também costuma fazer os exames preventivos regularmente.

Para Maria Helena Poletto, 57 anos, outra beneficiária que agendou a consulta com o ginecologista, por meio do Programa Saúde da Mulher, os exames preventivos são muito importantes. "A prevenção é uma questão de saúde. Temos que nos cuidar", disse.

O Programa Saúde da Mulher

A Postal Saúde sabe da importância da prevenção para a saúde e a qualidade de vida de suas beneficiárias e lançou, em março deste ano, o programa Saúde da Mulher. É uma ação focada na prevenção do câncer de mama, do colo do útero e das infecções sexualmente transmissíveis (ISTs). O programa está funcionando inicialmente como piloto no Distrito Federal. Posteriormente, será lançado em todo o país.

Para colocar em prática o projeto, a Operadora firmou parceria com a Clínica Caputo, da Rede Credenciada no Distrito Federal, que entra em contato telefônico com as beneficiárias para explicar sobre a ação, enfatizar a importância da prevenção e agendar a consulta com o ginecologista.

Atendimento gratuito

Durante a primeira consulta, o ginecologista fará a avaliação e, de acordo com a idade da beneficiária, verificará quais exames devem ser solicitados. As consultas e os exames do programa Saúde da Mulher são totalmente gratuitos.

As beneficiárias têm à sua disposição os telefones da Central de Atendimento ao Beneficiário - 0800 888 8116 (a ligação é gratuita) ou da própria Clínica Caputo: (61) 3051-6262.

Leia também: “Previna-se, sorria, ajude, agradeça”, aconselha o nutrólogo Matheus Caputo sobre dicas de saúde


Por: Comunicação/Postal Saúde
Foto: Clínica Caputo


“Previna-se, sorria, ajude, agradeça”, aconselha o nutrólogo Matheus Caputo sobre dicas de saúde

Postado por Arlinda Carvalho em 08 Jun 2018 10:28

Nesta entrevista, o dr. Matheus Caputo fala sobre a importância dos exames preventivos para o diagnóstico precoce e o rastreamento de doenças. E sustenta que o bom humor, a solidariedade e a gratidão contribuem para o equilíbrio mental e físico, indispensável à saúde plena. Confira:



Postal Saúde — Qual a importância do programa Saúde da Mulher lançado em março deste ano pela Postal Saúde?

Dr. Matheus Caputo — O modelo de medicina praticado hoje em nosso país está baseado em medicina curativa, ou seja, quando a doença já está instalada no paciente. O programa Saúde da Mulher preocupa-se com a prevenção de doenças como principal fator de promoção da saúde. Esse é o foco das ações desse projeto.

Postal Saúde — Na prática, como funciona o programa Saúde da Mulher?

Dr. Matheus Caputo — O programa Saúde da Mulher consiste na prevenção e no rasteio precoce de doenças, como, por exemplo, infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) e câncer. A paciente será consultada por um ginecologista, que solicitará exames laboratoriais e de imagem específicos para a idade de cada paciente, conforme protocolo médico.

Postal Saúde — Como tem sido a aceitação das beneficiárias contatadas pela Clínica Caputo para participarem do programa?

Dr. Matheus Caputo — No momento, estamos apresentando grande avanço na aceitação pelas beneficiárias contatadas pela Clínica Caputo.

Postal Saúde — Quais as expectativas do programa?

Dr. Matheus Caputo — Realizar a prevenção, atingindo o maior número de beneficiárias até o final deste ano; fazer o diagnóstico precoce de infecções sexualmente transmissíveis e câncer; e realizar o tratamento adequado.

Postal Saúde — Recentemente publicamos artigo de uma especialista afirmando que, muitas vezes, as mulheres têm as rédeas da cura do câncer, por meio da prevenção, do diagnóstico precoce e dos hábitos de vida. O senhor concorda com esse ponto de vista?

Dr. Matheus Caputo — Concordo sim, e creio que o futuro da saúde será baseado na prevenção, no diagnóstico precoce e no estilo de vida saudável.


Postal Saúde — O senhor mesmo passou por uma experiência pessoal sobre a importância da prevenção para salvar vidas. Poderia nos relatar?

Dr. Matheus Caputo — Sim, claro. Em 2004, durante a faculdade, após uma aula de urologia, realizei o autoexame e percebi um nódulo testicular. Procurei um especialista, fiz o exame e foi diagnosticado o câncer de testículo. Em seguida, fui submetido a dois procedimentos cirúrgicos e a seis ciclos de quimioterapia. O tratamento não foi fácil, pois durante essa fase lidamos com muitas incertezas, porém o tratamento adequado e o diagnóstico precoce do câncer proporcionam mais de 90% de chances de cura.

Postal Saúde — Além dos fatores já mencionados, que mais é preciso para uma saúde plena?

Dr. Matheus Caputo — A saúde mental tem grande influência na saúde física ou corporal; portanto, para adquirir uma saúde plena devemos estar com corpo e mente saudáveis.

Postal Saúde — E o que fazer para ter a mente saudável?

Dr. Matheus Caputo — Acredito que ter boa relação com outras pessoas, sempre manter o diálogo, encontrar e conversar com os amigos são exemplos de posturas que contribuem para a saúde mental.

Postal Saúde — Que dicas de saúde o senhor deixa para as mulheres em geral e, em particular, para as beneficiárias da Postal Saúde?

Dr. Matheus Caputo — São orientações que servem não apenas para as mulheres, mas para todos nós, de uma forma em geral:

1. Previna-se: realize exames e consultas de rotina com seu médico

2. Tenha uma alimentação saudável

3. Faça atividade física moderada e rotineira

4. Tenha um sono adequado

5. Reduza o estresse

6. Sorria

7. Reflita (sobre a vida e suas atitudes)

8. Ajude

9. Agradeça


Por: Comunicação/Postal Saúde
Foto: Clínica
Caputo

Saiba como se prevenir de queimaduras nas festas juninas

Postado por Arlinda Carvalho em 07 Jun 2018 09:45

As panelas quentes onde são preparadas as comidas típicas (foto)
estão entre as causas mais comuns de queimaduras

Nessa época do ano, por todo o Brasil as pessoas acendem fogueiras, fazem panelas enormes de caldo e canjica, soltam fogos de artifícios, balões (apesar de proibidos) e as crianças se divertem com estalinhos de fogo. Todo este cenário favorece a ocorrência de queimaduras.

Mário Ramos, médico chefe da Unidade de Queimados do Hospital Regional da Asa Norte (Hran), em Brasília, confirma a incidência maior de acidentes com fogo ou objetos quentes nesta época. “De forma geral, em 90% dos casos, a queimadura é decorrente de negligência ou imperícia de alguém. Ou seja, é o manuseio errado, da forma errada, no local errado”, alerta o especialista.

Entre os pacientes do doutor Mário, boa parte são crianças, que, por descuido dos pais e responsáveis, se queimam especialmente em panelas com alimentos muito quentes. Por isso, o cuidado com elas precisa ser redobrado nas cozinhas, principalmente quando os recipientes onde os alimentos são preparados são muito grandes, como costuma ocorrer em preparos culinários das festas juninas.

Esta recomendação é reforçada pelo capitão do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, Luiz Xavier. “O cabo das panelas e caldeirões precisa estar virado para a parte de dentro do fogão. E para evitar acidentes o melhor é que as crianças se mantenham longe do local de preparo dos alimentos”, disse.

O que fazer em caso de queimaduras?

Tanto o médico quanto o capitão dos Bombeiros ensina que, quando os acidentes com queimaduras acontecerem, a primeira coisa a se fazer é interromper o mais rápido possível o agente que está causando a queimadura. Então, por exemplo, se a pessoa está próxima demais a uma fogueira e se queima com fogo, a primeira ação é apagar o fogo do corpo. Se a queimadura é causada por um líquido quente ou fogo de artifício, é preciso lavar imediatamente a ferida, tapar com um pano limpo e procurar o serviço de saúde com urgência.

“Não é recomendando passar qualquer tipo de produto na queimadura. Apenas água limpa para resfriar a pele e evitar que ela se queime mais. Atendo aqui no hospital pessoas que chegam com cremes, pasta de dente e outros produtos que só agravam a situação e podem causar algum tipo de infecção”, lamenta Mário Ramos. Apenas os profissionais de saúde podem avaliar qual a ação ideal a ser feita em cada caso. E, outra dica é não esperar muito tempo para procurar atendimento médico e não se automedicar.

Dicas de segurança

Em relação a foguetes e rojões, o capitão Luiz Xavier explica que a melhor forma de evitar acidentes é seguir as regras de cada produto à risca. “Tem que observar o local indicado e não soltar em meio às pessoas. É bom também obedecer a indicação de idade para o manuseio, não insistir em acender um foguete que falhou uma vez, entre outras normas”. Para garantir a segurança, tenha sempre um balde com água para pagar o foguete em caso dele falhar. A respeito de balões, não há recomendações. Soltar balões é crime ambiental e pode render penalidades.

Com estas dicas de cuidado e segurança, de preferência com um olhar ainda mais atento sob as crianças, é possível curtir as festas juninas à vontade, com toda sua representatividade cultural, religiosa e gastronômica.


Fonte: Blog da Saúde
Fotos: Stock Photos



1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9