02/09/2020 - 15:08 - Atualizado em 04/09/2020 - 09:12

Dicas para amenizar os efeitos da baixa umidade do ar

O tempo seco provoca o ressecamento das vias aéreas, aumentando as chances de incidência de infecções respiratórias


Beber bastante água, mesmo sem ter sede, é uma das recomendações
para amenizar os efeitos da baixa umidade no organismo


Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), o nível ideal de umidade relativa do ar para organismo humano está entre 40% e 70%. Abaixo desses valores, o tempo seco provoca o ressecamento das vias aéreas, aumentando as chances de incidência de infecções respiratórias —como resfriado, gripe e pneumonia — e irritações do trato respiratório —tosse, dor de garganta e sangramento nasal.

"Também há um aumento das doenças pulmonares obstrutivas como asma, bronquite e enfisema. Manter o corpo hidratado, estar vacinado e manter as medicações de uso habitual são as melhores formas de prevenir ou reduzir os efeitos do tempo seco no organismo", explica o pneumologista do Hospital Israelita Alberto Einstein, ao site Minha Vida. .

É normalmente no meio do dia, entre 10h e 16h, que o ar fica mais seco e com índices que podem chegar aos alarmantes 30% ou menos de umidade. Entre 20% e 12% é decretado de atenção. Abaixo dos 12%, a condição climática é típica de desertos e o estado é de emergência.

"Para quem pratica atividades físicas, o ideal é escolher os horários extremos. Ou seja, começo da manhã e da noite, quando a umidade do ar aumenta", explica Bogossian.

Em seu site, o dr. Drauzio Varella traz mais dicas sobre os cuidados pessoais e com o meio-ambiente que devem ser tomados para amenizar os efeitos da baixa unidade na saúde: Confira:

Cuidados pessoais

  • Lave as mãos com frequência e evite colocá-las na boca e no nariz;
  • Procure manter o corpo sempre bem hidratado. Portanto, beba bastante água, mesmo sem sentir sede.
  • Na hora do lanche ou da sobremesa, dê preferência a frutas ricas em líquidos, como melancia, melão e laranja, por exemplo. Em especial, fique atento à hidratação das crianças, idosos e dos doentes;
  • Aplique soro fisiológico no nariz e nos olhos para evitar o ressecamento;
  • Evite a prática de exercícios físicos entre 10h e 16 h;
  • Use produtos para hidratar a pele do rosto e do corpo, pelo menos depois do banho e na hora de deitar;
  • Coloque chapéus e óculos escuros para proteger-se do sol;
  • . Aproveite o vapor produzido pela água quente durante o banho para lubrificar as narinas

Cuidados com o ambiente

  • Ponha toalhas molhadas, recipientes com água ou vaporizadores nos aposentos, principalmente nos quartos de dormir;
  • Evite aglomerações e a permanência prolongada em ambientes fechados ou com ar condicionado, pois o ressecamento das mucosas aumenta o risco de infecções oportunistas das vias aéreas;
  • Mantenha a casa sempre limpa e arejada. O tempo seco aumenta a concentração de ácaros, fungos e da poeira em móveis cortinas e carpetes;
  • Procure não usar vassouras que levantam o pó por onde passam. Se não for possível utilizar aspiradores, utilize panos úmidos;
  • Ligue os ventiladores de teto para cima. Ligados para baixo, levantam a poeira que se mistura no ar que você vai respirar;
  • Deixe o carro em casa, sempre que possível; aproveite para dar uma caminhada quando for percorrer distâncias menores;
  • Não queime lixo nem provoque queimadas por descuido ou desatenção.

Fontes: Sites Minha Vida e DrauzioVarella
Fotos: 123 RF