01/03/2019 - 17:41 - Atualizado em 14/03/2019 - 13:07

​Nota de esclarecimento aos beneficiários

Prezados beneficiários,

Hoje fomos surpreendidos com a publicação, por parte da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) da “suspensão da comercialização do Plano CorreiosSaúde II”. A decisão tomou por base, unicamente, a quantidade de reclamações (NIP– Notificação de Intermediação Preliminar) feitas pelos beneficiários na agência reguladora.

A decisão acarreta, na prática, tão somente a impossibilidade da inclusão de titulares, a partir de 11/03/2019. Nenhum prejuízo haverá, portanto, no atendimento aos beneficiários já incluídos no plano.

Registre-se que filhos e novos cônjuges poderão ser incluídos, respeitado o prazo de 30 dias do evento (nascimento ou casamento).

Caso o quantitativo de reclamações seja reduzido, a ANS poderá reativar a inclusão de outros titulares no nosso plano.

A título de esclarecimento, a Operadora tem acompanhado, com preocupação, o aumento significativo de reclamações a partir da decisão do TST, em abril de 2018, que resultou na criação do plano CorreiosSaúde II.

Verificamos que de abril até dezembro de 2018 ocorreram aproximadamente 126 reclamações por mês na ANS, não obstante os canais de atendimento disponibilizados (0800, Ouvidoria e 28 unidades regionais). O volume de reclamações representa 0,043% dos 290 mil atendimentos mensais feitos aos beneficiários do plano.

Infelizmente, as reclamações feitas na ANS, mesmo que solucionadas pela operadora no prazo de 5 dias úteis, podem acarretar consequências para o plano.

Esta Operadora reitera o compromisso de melhoria do atendimento aos seus beneficiários, incluindo melhor comunicação sobre o plano e rede credenciada.