página principal > Dicas da Postal Saúde - 10

Auriculoterapia: o que é, para que serve, quem pode fazer

A acupuntura na orelha pode tratar enxaqueca, ansiedade e diversos problemas de saúde; conheça os benefícios da técnica

18 de novembro de 2021 - Atualizado em 18 de novembro de 2021

 

O que é auriculoterapia

A auriculoterapia é uma técnica derivada da acupuntura, que faz pressão em pontos específicos da orelha para tratar e diagnosticar diversos problemas físicos, mentais e até emocionais.

Para que serve a auriculoterapia

A auriculoterapia serve para tratar qualquer problema de saúde: doenças, dores, sintomas ou distúrbios psicossomáticos nos âmbitos físicos e emocionais.

“A acupuntura auricular não é só eficaz para a ampla variedade de doenças comuns, mas também para obter bons resultados no tratamento de doenças de difícil resolução ou como analgésico durante o ato cirúrgico”, afirma a Dra. Liyoko Okino, acupunturista do Colégio Médico de Acupuntura de São Paulo (CMA-SP).

Pontos da Auriculoterapia

Fonte: Tua Saúde

Os pontos da acupuntura estão espalhados por todo o corpo humano, mas há locais que agrupam microsistemas de pontos que se conectam com alguns órgãos internos, a exemplo da orelha, do nariz e da mão.

No caso do pavilhão auricular, há uma porção de pontos associados a órgãos e partes do corpo que, através da estimulação, trazem alívio à doenças, dores e desequilíbrios, como a enxaqueca e a insônia.

Segundo a acupunturista, os pontos auriculares podem ser escolhidos de acordo com a doença específica ou conforme a localização anatômica. “Por exemplo, para tratar queixas no estômago, posso selecionar o ponto do estômago”, explica a Dra. Liyoko.

Esta técnica pressupõe conhecimentos aprofundados da medicina chinesa, que relaciona um órgão a manifestações fisiológicas diferentes. O ponto do fígado, por exemplo, pode tratar alterações no olho ou visuais, porque o fígado, na medicina chinesa, está relacionado à visão.

 

Outros exemplos seriam o ponto endócrino, para tratar desequilíbrios e irregularidades no ciclo menstrual, e o ponto do cérebro simpático, para alterações emocionais.

Uma vez escolhidos os pontos, o estímulo pode ser feito através de sementes, esferas metálicas, agulhas, laser, calor, raio infravermelho, massagem, bastões de moxa ou até cristais. A seleção vai depender de qual escola de acupuntura o terapeuta segue, se é a francesa ou a chinesa.

Além disso, é importante que o local e os instrumentos estejam bem esterilizados para evitar infecções no pavilhão auricular. Isso porque a estimulação se aproxima muito da cartilagem na orelha que, quando infectada, pode dar ao paciente o risco de contrair uma condrite, um tipo de inflamação que é difícil de tratar.

Quem pode fazer a auriculoterapia

A auriculoterapia pode ser feita em qualquer pessoa, independentemente da idade, trazendo benefícios para adultos, idosos e crianças.

Segundo o Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura, pacientes imunodeprimidos, diagnosticados com AIDS ou diabetes, em uso de anticoagulantes ou com alguma infecção ativa devem ser tratados com cautela.

Benefícios da auriculoterapia

A Agência Nacional de Acreditação e Avaliação em Saúde (ANAES), órgão francês equivalente ao Ministério da Saúde brasileiro, publicou em 2003 e 2004 uma lista de quadros para os quais são indicados o tratamento por auriculoterapia francesa:

  • Dores crônicas e agudas, agindo como analgésico
  • Ansiedade e depressão (como parte de um tratamento geral)
  • Distúrbios funcionais digestivos, como náuseas e vômitos
  • Vícios diversos, incluindo tabagismo
  • Alergias, incluindo rinite alérgica
  • Auxílio na recuperação motora
  • Patologia funcional urogenital.

Fonte: Site Minha Vida
Fotos: Dreamstime