página principal > Dicas da Postal Saúde - 10

Labirintite emocional: o que é, sintomas e tratamento

Saiba mais sobre esse disfunção causada por alterações emocionais, como excesso de estresse, ansiedade ou depressão

29 de julho de 2021 - Atualizado em 29 de julho de 2021

 

A labirintite emocional é uma situação causada por alterações emocionais como excesso de estresse, ansiedade ou depressão que pode levar à inflamação dos nervos do ouvido ou do labirinto, que é uma estrutura presente no ouvido que é responsável pelo equilíbrio.

Assim, como consequência da inflamação do labirinto, é comum que surjam sintoma como sensação de pressão e zumbido no ouvido, diminuição do equilíbrio, tontura e dor de cabeça frequente, que pioram em situações de estresse agudo ou durante movimentos repentinos da cabeça.

Durante a crise, é aconselhado repousar para aliviar os sintomas, mas é também muito importante que, fora da crise, se faça algum tempo de acompanhamento psicológico, para evitar que volte a surgir, especialmente quando é muito recorrente.

Principais sintomas

Os sintomas de uma crise de labirintite emocional são semelhantes aos de uma labirintite comum, sendo os principais:

  • Náuseas e tonturas;
  • Zumbido constante no ouvido;
  • Dificuldade para ouvir ou perda momentânea da audição;
  • Sensação de ouvido entupido;
  • Desequilíbrio.

Normalmente, estes sintomas surgem como consequência de fatores que desencadeiam grandes crises emocionais, como perda de um ente querido, síndrome do pânico, perda do emprego e excesso de estresse, pressão e cobranças no trabalho ou nos estudos.

Como é feito o tratamento

O tratamento da labirintite emocional deve ser feito com acompanhamento de psicoterapia com o objetivo de identificar a principal causa da alteração. Em geral, o tratamento pode ser feito sem incluir o uso de medicamentos, trabalhando apenas para fortalecer lado emocional, aumentara autoestima e ensinar técnicas para lidar com a ansiedade e o estresse. No entanto, em casos de depressão ou de ansiedade generalizada, pode ser necessário o uso de medicamentos para ajudar a combater crises dessas doenças.

Além disso, para evitar novas crises de labirintite, deve-se beber pelo menos 2 litros de água por dia, evitar o consumo de bebidas alcoólicas e gaseificadas, evitar alimentos ricos em doces e gorduras, praticar atividades físicas e parar de fumar. Veja mais detalhes sobre a alimentação para labirintite.

Opções caseiras para aliviar a labirintite

Algumas dicas para combater as crises e aliviar o estresse e a ansiedade que causam a labirintite são:

  • Evitar locais barulhentos e com muita gente, como shows e estádios de futebol;
  • Fazer as refeições em local calmo e tranquilo;
  • Praticar atividade física regularmente, pois ela aumenta a produção de hormônios que dão a sensação de prazer e bem estar;
  • Aumentar o consumo de ômega 3, que está presente em alimentos como peixes, castanhas e linhaça;
  • Tomar diariamente sucos e chás calmantes, como os que são feitos a partir de camomila, maracujá e maçã.

Além disso, também pode-se investir em massagens relaxantes de 1 a 2 vezes por semana e no tratamento com acupuntura, que a ajuda a restabelecer o equilíbrio do corpo e a controlar as emoções.  (Por Dr.ª Clarisse Bezerra, médica de Saúde Familiar)


Fonte: Site Tua Saúde