página principal > Tudo o que você precisa saber sobre doação de sangue

Tudo o que você precisa saber sobre doação de sangue

Doar sangue é um ato de amor. Muitos pacientes internados nos hospitais precisam desse gesto de solidariedade para viver. Com o isolamento social, os hemocentros sofreram um drástica redução em seus estoques.

No dia Dia Mundial do Doador de Sangue, celebrado em 14 de junho, as organizações realizam campanhas para sensibilizar a população e tirar dúvidas sobre o tema.

A Postal Saúde preparou um vídeo para mostrar a importância desse ato de amor e solidariedade. Clique na imagem para conferir:

Agora confira as informações compiladas do site

Minha Vida:

Regras para doar sangue

Quer saber se você pode ser um doador? Então veja quem pode doar sangue:

Idade: entre 16 e 69 anos (pessoas acima de 60 anos só podem doar se já tiverem doado antes dessa idade, menores de 18 precisam estar acompanhados de responsáveis ou com formulário de
autorização)

Peso: mínimo de 50 kg

Repouso: ter dormido no mínimo 6 horas nas últimas 24h

Alimentação: evitar jejum e alimentos gordurosos nas últimas horas, ter tido uma boa refeição – em refeições fartas (como almoço e jantar), doar após 3 horas

Documentos: apresentar documento de identidade original com foto atual, emitido por órgão oficial (RG, Carteira de Habilitação, Carteira de Trabalho ou Previdência Social)

Fumo: não ter fumado tabaco por no mínimo 2 horas antes da doação

Exercícios: não ter praticado exercícios físicos exagerados nas últimas 24 horas

De quanto em quanto tempo pode doar sangue

Homens podem fazer doação de sangue a cada 60 dias, com máximo de 4 doações a cada 12 meses.

Mulheres devem esperar 90 dias entre uma doação de sangue e outra, com máximo de 3 doações no período de 12 meses.

Quem não pode doar sangue

Já os principais impeditivos para a doação de sangue são:

Idade: ter menos de 16 anos ou mais de 69 anos

Peso: ter menos de 50 kg

Formulário de autorização: menores de 18 anos sem responsáveis como acompanhantes ou sem formulário de autorização preenchido e assinado

Durante a doação: estar com anemia, hipertensão, hipotensão, aumento ou diminuição dos batimentos cardíacos, febre

Doenças infecciosas: estão estritamente proibidas de doar sangue pessoas com doenças infecciosas, crônicas e/ou transmissíveis pelo sangue (hepatite B, hepatite C, Aids, HTLV, Doença de Chagas, diabetes tipo I, diabetes tipo II, hanseníase, câncer)

Drogas: quem faz uso de drogas ilícitas injetáveis

Malária: pacientes que já contraíram malária

Onde doar sangue

O Ministério da Saúde disponibiliza uma lista com todos os hemocentros do Brasil. Para saber qual é o centro de coleta mais próximo de
você, confira o site.

Dúvidas frequentes sobre doação de sangue

Quem tem tatuagem pode doar sangue?

Pessoas que fizeram tatuagem ou maquiagem definitiva nos últimos 12 meses não podem doar sangue.

Pode doar sangue menstruada?

Sim. Não há nenhuma complicação ou impedimento para que a mulher não possa doar sangue durante o período menstrual, desde que não esteja com dores.

Com quantos anos pode doar sangue?

A partir dos 16 anos é permitida a doação de sangue. Porém, antes dos 18, o procedimento só é autorizado se o adolescente estiver acompanhado dos pais ou responsáveis ou trouxer consigo um formulário de autorização preenchido e autorizado pelos responsáveis.

Grávida pode doar sangue?

Durante a gravidez, a doação de sangue não é recomendada. Após o nascimento do bebê, a mulher pode doar sangue 90 dias depois, em caso de parto normal, ou 180 dias em caso de cesariana.

Quem tem herpes pode doar sangue?

Em casos de herpes labial ou herpes genital, você apenas poderá doar sangue após o desaparecimento total dos sintomas. Quem teve herpes zoster somente estará apto à doação de sangue depois de 6 meses de cura da doença.

Gay pode doar sangue?

No dia 8 de maio de 2020, o STF derrubou a restrição que proibia homossexuais de doarem sangue. A votação considerou discriminatórias as regras da Anvisa e do Ministério de Saúde, que vetavam o ato, tornando-as inconstitucionais. O tema já era discutido há anos e o julgamento em si teve início em 2017, quando foi interrompido por um pedido de vista do ministro Gilmar Mendes. Três anos depois e em meio a uma pandemia de coronavírus que levou os hemocentros de todo o país a baixíssimos níveis de doação, a medida foi revisitada e a doação, enfim, liberada. (Essa informação é da Veja Saúde. Atualizada em 14 de junho de 2020)

Para doar sangue precisa estar em jejum?

Não. O jejum não é obrigatório e muito menos recomendado a quem pretende doar sangue. O ideal é que o candidato esteja bem alimentado.

Diabético pode doar sangue?

Portadores de diabetes tipo I e diabetes tipo II estão estritamente proibidos de doar sangue.

Quem fez cirurgia pode doar sangue?

Para quem foi submetido a cirurgias de pequeno e médio portes, o recomendado é aguardar 3 meses para doar sangue. Já quem passou por uma cirurgia de grande porte, o prazo é de 6 a 12 meses.

Entre em contato com o hemocentro para verificar o período mais adequado caso você tenha passado por uma cirurgia de grande porte.

Quem toma remédio controlado pode doar sangue?

Em casos de remédios (controlados ou não) tomados regularmente, o ideal é que o candidato entre em contato com o hemocentro para verificar sua aptidão para doar sangue.

Quem tem colesterol alto pode doar sangue?

A doação de sangue é liberada para pessoas que estiverem com os níveis de colesterol controlados durante a triagem.

Pode doar sangue após tomar vacina?

O ideal é sempre aguardar por um período após tomar a vacina. Este período varia de acordo com a imunização tomada:

Vacina de difteria, tétano, cólera, coqueluche, hepatite A, pneumococo, meningite: aguardar 48 horas Vacina de hepatite B recombinante: aguardar 7 dias Vacina de gripe, rubéola, febre amarela, caxumba, sarampo, BCG, varicela: aguardar 4 semanas Vacina da raiva: aguardar 12 meses.

Pode doar sangue após voltar de viagem?

A permissão para doar sangue ao retornar de viagem depende do local em que a pessoa esteve.

Viagens nacionais: quem esteve em estados como Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima, Maranhão, Mato Grosso, Pará e Tocantins deve aguardar 12 meses após o retorno para doar sangue (estes locais têm alta prevalência de malária)

EUA: aguardar 30 dias após o retorno para doar sangue Europa: verificar permissão para doação de sangue pelo telefone 0800 550 300

África, Ásia e Oceania: quem esteve em países com alta prevalência de malária, deve aguardar 12 meses para doar sangue. Já em locais com surto de febre amarela é preciso aguardar 30 dias após o retorno.

Quem recebeu transfusão de sangue pode doar?

Somente após 1 ano da data da transfusão de sangue a pessoa pode se candidatar à doação.

Pode doar sangue após furar a orelha?

No caso de brincos colocados com antissepsia adequada, o recomendado é aguardar 3 dias para a doação de sangue.

Quem tem piercing pode doar sangue?

O ideal é que a pessoa só realize a doação de sangue 6 meses após a colocação do piercing. O prazo se estende para 12 meses caso o piercing estiver aplicado na parte oral ou genital.

Se a pessoa estiver com dengue pode fazer doação?

Caso a pessoa apresente diagnóstico de dengue, a doação de sangue só poderá ser feita após 4 semanas da cura. No caso de dengue hemorrágica, somente depois de 12 meses.

Para quem teve zika, o recomendado é aguardar 30 dias para doar sangue. O mesmo prazo é aconselhado para quem contraiu chikungunya.


Fonte: Site Minha Vida – Conteúdo especial para a Campanha do Dia Mundial do Doador de Sangue