página principal > Dezembro Laranja | Veja como se prevenir do câncer de pele

Dezembro Laranja | Veja como se prevenir do câncer de pele

A campanha Dezembro Laranja busca conscientizar a população sobre a importância de prevenir o câncer de pele e alertar sobre os efeitos  maléficos da exposição excessiva ao sol.

É o tipo de câncer mais comum entre os brasileiros, representando 33% de todos os diagnósticos da doença. É provocado pelo crescimento anormal e descontrolado das células que compõem a pele. Os grupos de maior risco são pessoas de pele clara, com sardas, cabelos claros ou ruivos e olhos claros (fototipos I e II).

Além destes, os que possuem antecedentes familiares com histórico de câncer de pele, queimaduras solares, incapacidade para se bronzear e muitas pintas também devem ter atenção.

Determinadas categorias profissionais, como os carteiros  — com suas rotinas diárias de entrega de encomendas — também devem adotar medidas de proteção. (Ver adiante “Como se proteger”)

Conheça os principais tipos de câncer de pele:

Carcinoma basocelular (CBC)

É o tipo mais prevalente e surge mais frequentemente em regiões expostas ao sol, como face, orelhas, pescoço, couro cabeludo, ombros e costas. Tem baixa letalidade e pode ser curado em caso de detecção precoce. Costuma se apresentar como uma pápula vermelha, brilhosa, com uma crosta central, que pode sangrar com facilidade.

Carcinoma espinocelular (CEC)

Pode se desenvolver em todas as partes do corpo, embora seja mais comum nas áreas expostas ao sol, como orelhas, rosto, couro cabeludo e pescoço. Tem coloração avermelhada e pode se parecer com uma verruga ou uma ferida espessa e descamativa, que não cicatriza.

 Melanoma

 O menos frequente dos cânceres da pele, o melanoma tem o mais alto índice de mortalidade. Apesar disso, as chances de cura são de mais de 90%, quando detectado precocemente. Costuma ter a aparência de uma pinta ou de um sinal em tons acastanhados ou enegrecidos, que mudam de cor, de formato ou de tamanho.

Normalmente, surge nas áreas do corpo mais expostas à radiação solar. Em estágios iniciais, o melanoma se desenvolve apenas na camada mais superficial da pele, o que facilita a remoção cirúrgica e a cura do tumor.

Nos estágios mais avançados, a lesão é mais profunda e espessa, o que aumenta a chance de se espalhar para outros órgãos (metástase) e diminui as possibilidades de cura. Por isso, o diagnóstico precoce do melanoma é fundamental.

A hereditariedade desempenha um papel central no desenvolvimento do melanoma. Por isso, familiares de pacientes diagnosticados com a doença devem se submeter a exames preventivos regularmente. O risco aumenta quando há casos registrados em familiares de primeiro grau.

Atualmente, testes genéticos são capazes de determinar quais mutações levam ao desenvolvimento do melanoma avançado (como BRAF, cKIT, NRAS, CDKN2A, CDK4) e, assim, possibilitam a escolha do melhor tratamento para cada paciente.

Apesar de ser raramente curável, já é possível viver com qualidade, controlando o melanoma metastático por longo prazo.

Veja como se proteger: 

  • Use chapéus, camisetas, óculos escuros e protetores solares.
  • Cubra as áreas expostas com roupas apropriadas, como uma camisa de manga comprida, calças e um chapéu de abas largas.
  • Evite a exposição solar e permanecer na sombra entre 10 e 16 horas (horário de verão).
  • Use óculos de sol com proteção UV para prevenir danos oculares causados pelo sol.
  • Use filtros solares diariamente, e não somente em horários de lazer ou de diversão. Utilizar um produto que proteja contra radiação UVA e UVB e tenha um fator de proteção solar (FPS) 30, no mínimo.  Reaplicar o produto a cada duas horas ou menos, nas atividades de lazer ao ar livre.
  • Ao utilizar o produto no dia a dia, aplicar uma boa quantidade pela manhã e reaplicar antes de sair para o almoço.
  • Observe regularmente a própria pele, à procura de pintas ou manchas suspeitas.
  • Mantenha bebês e crianças protegidos do sol. Filtros solares podem ser usados a partir dos seis meses.
  • Na praia ou na piscina, use barracas feitas de algodão ou lona, que absorvem 50% da radiação ultravioleta. As barracas de nylon formam uma barreira pouco confiável: 95% dos raios UV ultrapassam o material.
  • Consulte um dermatologista uma vez ao ano, no mínimo, para um exame completo.

A Postal Saúde cuida de você 

Postal Saúde oferece várias opções de atendimento para proteger a sua saúde, a exemplo do serviço de Atenção Primária à Saúde (APS) e da rede credenciada, presente em todo o território nacional.

  • Atenção Primária à Saúde (APS) – Estratégia Saúde & Família 

O serviço é um modelo de atenção primária à saúde que a Operadora oferece aos seus beneficiários, com foco na prevenção de doenças, no cuidado integral e na assistência contínua, ao longo da vida. É o mesmo conceito de atendimento feito pelo “médico de família”, sistema amplamente adotado nos países desenvolvidos.

Com a Atenção Primária à Saúde – Estratégia Saúde & Família, você terá à disposição uma equipe multiprofissional de referência para acompanhá-lo ao longo do tempo. Caso necessário, você será encaminhado para outras especialidades, de acordo com a avaliação clínica feita pela equipe médica de referência.

Além de cuidar da sua saúde de forma preventiva, esse modelo permite mais economia para o seu bolso, uma vez que não há coparticipação para as atividades que integram o pacote de serviços da Estratégia. Quer saber mais? Clique no link abaixo.

Saiba como funciona a Estratégia Saúde & Família em seu estado

  • Rede credenciada  

A rede credenciada da Postal Saúde conta com profissionais e estabelecimentos altamente habilitados par cuidar de sua saúde.

Para buscar um dermatologista, clique no link abaixo:

Busque aqui um profissional ou estabelecimento credenciado 


Fontes: Sociedade Brasileira de Dermatologia e site da Postal Saúde
Foto: Banco de imagens123rf